Transtorno Espectro Autista (TEA): Quando suspeitar?

O Transtorno Espectro Autista (TEA) é um distúrbio do desenvolvimento que se caracteriza por alterações presentes desde idade muito precoce, tipicamente antes dos três anos de idade, com impacto múltiplo e variável em áreas nobres do desenvolvimento humano como as áreas de comunicação, interação social, aprendizado e capacidade de adaptação.

Quanto mais precoce for o diagnóstico, mais rápido o tratamento poderá ser indicado e os resultados serão mais expressivos, uma vez que as janelas de oportunidades estão abertas nos primeiros anos de vida e a velocidade de formação de conexões cerebrais e neuroplasticidade estão na fase de maior desenvolvimento no cérebro.

No lactente ( 0-2 anos) podemos encontrar sinais de autismo desde os primeiros meses. O atraso para adquirir o sorriso social, demonstrar interesse em objetos sorrindo para eles e movimentando o corpinho em detrimento a desinteresse ou pouco interesse pela face humana, o olhar não sustentado ou ausente, a preferência por dormir sozinho no berço e demonstrar irritabilidade quando ninado no colo, a ausência da ansiedade de separação e indiferença quando os pais se ausentam podem ser sinais precoces que indicam que o desenvolvimento precisa ser avaliado e que há necessidade de estimulação precoce focada na socialização, linguagem e afeto dessa criança.

Após os 18 meses, os traços de autismo tornam-se mais evidentes. O pediatra deve investigar qualquer atraso de linguagem verbal ou não-verbal, contato visual e o interesse no outro deficitário, interesses repetitivos proeminentes e estereotipias.

Durante as consultas de puericulturas está preconizado aplicação de um questionário com 23 perguntas ( M-CHAT), onde o pediatra consegue suspeitar de alguma alteração do desenvolvimento social, afetivo ou de comunicação do seu paciente. Tem disponível nesse link, sendo possível a realização agora e assim ver se há necessidade de procurar ajuda médica.

https://autismo.institutopensi.org.br/ferramentas-de-apoio/instrumentos-diagnosticos/escalas-m-chat


Portanto o diagnóstico precoce é fundamental para iniciar a estimulação, mais chances de ter a trajetória do seu desenvolvimento otimizada, além da possibilidade de melhorar os resultados no funcionamento sócio- adaptivo a longo prazo.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone